Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lula: com crise, concluir Doha passou a ser necessidade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje, em discurso de abertura do G-20, que o acirramento da crise financeira internacional abre oportunidade para a retomada das negociações da Rodada Doha. O presidente destacou que a maior abertura do comércio internacional é um excelente antídoto contra a crise.

Agência Estado |

"A conclusão da Rodada (Doha) deixou de ser uma oportunidade e passou a ser uma necessidade", disse, acrescentando que os países desenvolvidos não devem nesse momento aumentar as exigências às importações dos países em desenvolvimento.

Lula ressaltou que a reunião dos ministros de finanças do G-20 e presidentes de bancos centrais precisam desenhar uma nova arquitetura financeira mundial. Ele destacou que esse encontro em São Paulo, preparatório para Cúpula de Chefes de Estado do G-20, que acontece nos EUA, dia 15 de novembro, procura avançar no diagnóstico e na definição de alternativas à atual crise financeira global. "Para lograrmos verdadeiras soluções, precisamos realizar um esforço concertado, vencendo a tentação de tomar medidas unilaterais", afirmou.

O presidente defendeu a maior participação dos países em desenvolvimento nos fóruns decisórios internacionais. "Devemos revisar o papel dos organizamos existentes ou criar novos, de forma a fortalecer a supervisão e a regulação dos mercados financeiros."

Lula destacou ainda ser importante incrementar a transparência com novos mecanismos globais de revisão de políticas domésticas relativas à atuação dos mercados financeiros. "Bilhões de seres humanos, sobretudo os mais vulneráveis, esperam que estejamos à altura dos desafios que a realidade nos colocou por diante. Não podemos, não devemos e não temos o direito de falhar."

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG