Viña del Mar (Chile), 28 mar (EFE).- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou neste sábado a criação de um fundo social no Brasil com os recursos da extração de petróleo em águas do Atlântico.

"Agora que encontramos petróleo no Brasil, estamos interessados em criar um fundo de petróleo que tenha finalidade, que o petróleo seja utilizado para ajudar nossa gente, não só para queimar combustível", afirmou Lula após se reunir com o primeiro-ministro da Noruega, Jens Stoltenberg.

Em 2007, a Petrobras anunciou a descoberta de uma jazida de pré-sal em águas profundas do Atlântico.

Lula e Stoltenberg se encontraram no balneário de Viña del Mar, no Chile, onde está sendo realizada a 6ª Cúpula de Líderes Progressistas.

O evento reúne quatro presidentes latino-americanos (Argentina, Chile, Brasil e Uruguai), três chefes de Governo europeus (Espanha, Reino Unido e Noruega) e o vice-presidente dos Estados Unidos, Joseph Biden.

Lula citou como exemplo da iniciativa social que pretende iniciar com o petróleo brasileiro o fundo de pensão público da Noruega, que se nutre da receita da commodity e do investimento público em ações e bônus.

No final de setembro de 2008, o produto acumulava 2,12 bilhões de coroas norueguesas (US$ 321 milhões).

Sua gestão se rege por rígidas normas de ética, que proíbem os investimentos em fabricantes de armas, que violem os direitos humanos, estejam envolvidos em fatos de corrupção ou tenham causado danos graves ao meio ambiente.

"A Noruega tem enormes contribuições para o desenvolvimento do Brasil", disse Lula, que destacou "as experiências de políticas econômicas e sociais" do país europeu.

"Estou convencido de que, daqui em diante, a relação com a Noruega vai melhorar muito mais; somos parceiros em muitas coisas, e vamos continuar sendo", afirmou o presidente.

"Diante da crise, gostamos de nos juntar às pessoas que têm pensamentos mais ou menos semelhantes para construir alternativas e propostas que possam significar novos mecanismos de financiamento para um mundo novo", destacou.

    Leia tudo sobre: lula
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.