O presidente Luis Inácio Lula da Silva afirmou acreditar em um acordo amigável entre a construtora brasileira Odebrecht e o Equador, mesmo antes do encontro com o presidente Rafael Corrêa. O Equador é um grande amigo do Brasil e nós continuaremos parceiros, afirmou Lula, em entrevista após assinatura de acordos com a Venezuela.

O presidente brasileiro afirmou que, ao encontrar-se com Corrêa depois da entrevista iria fazer suas considerações para resolver o impasse com o Equador. A empresa brasileira é acusada pelo governo daquele país de construir uma usina hidrelétrica com danos estruturais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.