analisar dívida do Paraguai com Brasil - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lugo vai analisar dívida do Paraguai com Brasil

O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, afirmou nesta terça-feira que vai analisar a origem e a validade da dívida de seu país com o Brasil, com o auxílio de um grupo de especialistas.

AFP |

"A questão da dívida dos países está se instalando na agenda internacional", disse Lugo em entrevista coletiva, destacando que "é preciso saber" se a dívida paraguaia "já não foi paga e se chegou a seus genuínos destinatários".

"Este governo tem o desejo sincero de analisar, detalhadamente, a origem e a legalidade da dívida do nosso país", destacou Lugo, em referência aos 10 bilhões de dólares que o Paraguai deve ao Brasil pela construção de Itaipu.

O líder paraguaio também revelou que seu governo insistirá com Brasil e Argentina, sócios nas hidrelétricas de Itaipu e Yacyretá, respectivamente, sobre "nossos direitos paritários na exploração destes recursos".

"Nossa postura é a mesma sobre Itaipu e Yacyretá e vamos insistir em que os dois países, especialmente o Brasil, admitam o direito do Paraguai de dispor livremente de sua parte da energia (50%)".

Sobre o Mercosul, Lugo afirmou que o Paraguai "está decidido a avançar para um Bloco que tenha mais humanidade e sentido social, e não para um Mercosul da literatura dos tratados".

O ex-bispo católico, que assumiu o cargo em 15 de agosto passado, antecipou a posição que levará à próxima reunião do bloco, em Salvador, nos dias 15 e 16 de dezembro, quando Luiz Inácio Lula da Silva lhe entregará a presidência do Mercosul.

O Paraguai defenderá a implementação do código aduaneiro regional, a vigência do livre comércio, sem tarifas alfandegárias, o combate à pobreza e o enfrentamento da crise mundial por intermédio de um programa conjunto, revelou o vice-chanceler, Oscar Rodríguez.

hro/LR

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG