SÃO PAULO - O Deutsche Bank verificou decréscimo de quase 64% no lucro líquido nos três meses terminados em junho após depreciar o valor de ativos em 2,3 bilhões de euros no período. O executivo-chefe da instituição, Josef Ackermann, manifestou cautela para o restante do ano.

No trimestre, o lucro do banco alemão foi de 649 milhões de euros, ou 1,27 euro por ação, inferior ao 1,78 bilhão de euros, ou 3,6 euros o papel, de um ano antes. O recuo, contudo, foi menor do que muitos analistas projetavam.

O segundo trimestre de 2008 provou ser outro período desafiador para a indústria de banco, disse Ackermann. Apesar de baixa contábil adicional, obtivemos um lucro sólido, emendou.

A depreciação de 2,3 bilhões de euros no valor de ativos inclui títulos lastreados em hipotecas residenciais, entre outros.

Entre abril e junho, as receitas líquidas caíram para 5,4 bilhões de euros, comparáveis aos 8,8 bilhões de euros do calendário passado.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.