Rio de Janeiro, 13 nov (EFE).- O Banco do Brasil registrou lucro líquido de R$ 5,859 bilhões nos nove primeiros meses do ano, crescimento de 52,5% em relação ao mesmo período de 2007.

Esse resultado corresponde ao retorno sobre patrimônio líquido de 31% entre janeiro e setembro, contra 24% da mesma época do ano passado, segundo o relatório financeiro enviado hoje pelo banco a seus acionistas.

O lucro líquido por ação entre janeiro e setembro foi de R$ 2,30, acima do R$ 1,55 dos três primeiros trimestres de 2007, segundo o Banco do Brasil.

Os ativos totais do banco cresceram 26,5% no ano e tinham alcançado R$ 444,702 bilhões em setembro, o que o confirma como segunda maior instituição financeira do Brasil.

O Banco do Brasil exercia a liderança do setor bancário até semana passada, quando foi anunciada a fusão entre Itaú e Unibanco, que fez surgir a maior instituição financeira da América do Sul, com ativos de R$ 570 bilhões.

O Banco do Brasil destacou em seu balanço que o lucro do terceiro trimestre avançou 36,9% frente ao mesmo período de 2007, até alcançar R$ 1,867 bilhão, apesar de começar a sentir os efeitos da crise financeira internacional.

"Em meio à crise financeira internacional, a tradição de solidez favoreceu o BB com o movimento conhecido como 'flight to quality' (investidores buscando segurança)", disse o Banco do Brasil em seu comunicado.

"A estratégia de expansão das captações por depósitos a prazo, aliada à migração de recursos anteriormente depositados na concorrência, permitiu o forte crescimento da base de depósitos", acrescenta.

Os depósitos do banco cresceram 33,6% até setembro, quando somavam R$ 230 bilhões.

Da mesma forma, a carteira de crédito ampliada, que inclui garantias prestadas e os títulos e valores mobiliários privados, chegou a R$ 214,5 bilhões, com crescimento perto de 35% frente a setembro do ano passado.

O patrimônio líquido do banco expandiu 20,9% este ano, até alcançar R$ 27,889 bilhões no final de setembro. EFE cm/wr/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.