Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lucro líquido da Vodafone subiu 17,3% no semestre fiscal

Londres, 11 nov (EFE).- A companhia de telefonia celular Vodafone a maior do mundo, registrou um lucro líquido atribuído de 3,985 bilhões de libras (4,941 bilhões de euros) no semestre fiscal - até 30 de setembro -, 17,3% mais que no mesmo período do ano anterior.

EFE |

Segundo informou hoje a empresa em comunicado enviado à Bolsa de Valores de Londres, o lucro líquido atribuído aos acionistas no mesmo período de 2007 foi de 3,397 bilhões de libras (4,212 bilhões de euros).

A companhia acrescentou que iniciará um programa de redução de custos que se calcula em 1 bilhão de libras anuais (1,240 bilhão de euros).

O lucro bruto ajustado subiu 12,5% no semestre fiscal, para 5,288 bilhões de libras (6,557 bilhões de euros), frente aos 4,701 bilhões de libras (5,829 bilhões de euros) de 2007.

A receita da Vodafone subiu 17,1%, para 19,902 bilhões de libras (24,678 bilhões de euros). O lucro operacional ajustado cresceu 10,5% no semestre, para 5,771 bilhões de libras (7,156 bilhões de euros), em relação aos 5,223 bilhões de libras (6,476 bilhões de euros) do semestre do ano passado.

O resultado bruto de exploração (Ebitda) foi 10,3% superior, para 7,243 bilhões de libras (8,981 bilhões de euros), frente aos 6,565 bilhões de libras (8,140 bilhões de euros) do mesmo período do ano anterior.

A dívida líquida da Vodafone aumentou 19,2%, para 27,715 bilhões de libras (34,366 bilhões de euros), comparado com os 23,253 bilhões de libras (28,833 bilhões de euros) do mesmo período passado.

Ao divulgar seus resultados semestrais, a Vodafone assinalou que as perspectivas de receita para o ano fiscal de 2009 serão de entre 38,8 bilhões de libras e 39,7 bilhões de libras (48,112 bilhões de euros e 49,228 bilhões de euros), abaixo da previsão anterior de 39,8 bilhões de libras (49,352 bilhões de euros).

Também calcula que seu lucro operacional ajustado no ano fiscal correspondente a 2009 podem ficar entre 11 bilhões de libras e 11,5 bilhões de libras (13,640 bilhões de euros e 14,260 bilhões de euros). EFE vg/ma

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG