Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lucro líquido da sul-coreana LG cresce 84% no segundo trimestre graças a margens de celulares

SÃO PAULO - A sul-coreana LG divulgou ter fechado o segundo trimestre com alta de 84% em seu lucro líquido, que chegou a 707 bilhões de wons (US$ 696 milhões). O resultado, segundo a companhia de eletrônicos, foi obtido graças às altas margens de lucro nas vendas de telefones celulares, às boas vendas de aparelhos de televisão e aos bons negócios em sua joint venture para fabricação de telas de LCD.

Valor Online |

Entre abril e junho, o faturamento global da companhia aumentou 22% em relação a igual período do ano passado, alcançando a marca de 12,7 trilhões de wons (US$ 12,5 bilhões). O lucro operacional, por sua vez, passou de 464 bilhões de wons (US$ 456 milhões) para 856 bilhões de wons (US$ 843 milhões) nesse intervalo.

Apesar do resultado, a companhia alertou que deve apresentar uma pequena queda nas vendas no terceiro trimestre, especialmente por conta da demanda mais fraca por produtos domésticos. Outra dificuldade prevista pela companhia é a manutenção do processo de desaceleração econômica no mundo.

A LG afirma, entretanto, que deverá atingir suas metas de performance para o ano, principalmente por conta de sua divisão de celulares. A desvalorização do won tem ajudado a companhia a elevar as exportações desses produtos, impulsionando seus resultados.

Outro ponto de apoio das expectativas da companhia para o ano é a subsidiária de telas de LCD, a LG Display. Em junho, a joint venture mantida com a Philips anunciou um lucro líquido mais de três vezes superior ao do segundo trimestre de 2007. A companhia sul-coreana detém 38% da subsidiária.

No total, a empresa vendeu 27,7 milhões de celulares entre abril e junho, contra 24,4 milhões de unidades nos três meses anteriores. Com isso, a empresa se aproxima ainda mais da terceira colocada no ranking mundial, a norte-americana Motorola. No segundo trimestre, a margem de lucro da divisão de celulares da LG foi de 14,4%, 0,5 ponto percentual acima da registrada no trimestre anterior.

Leia mais sobre celular 

Leia tudo sobre: celularlg

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG