Tamanho do texto

Nova York, 17 jul (EFE).- O grupo Coca-Cola registrou um lucro líquido de US$ 2,922 bilhões (US$ 1,24 por ação) no primeiro semestre deste ano, representando queda de 6% frente ao mesmo período de 2007.

A empresa apresentou hoje, antes da abertura da Bolsa de Nova York, seus resultados financeiros, fechados em 27 de junho, com faturamento de US$ 16,425 bilhões, 19% a mais do que na mesma época do ano passado.

O maior avanço aconteceu fora da América do Norte, de onde procedem 80% das atividades da empresa, já que em seu mercado original as vendas semestrais subiram 10%, mas o lucro operacional recuou 8%.

No segundo trimestre, a Coca-Cola auferiu ganhos de US$ 1,422 bilhão (US$ 0,61 por ação), resultado 23% inferior ao do mesmo período do ano passado e mais de US$ 0,30 abaixo do que os analistas previam.

A companhia afirmou que, se excluísse de suas contas a carga extraordinária de US$ 0,40 por ação, seu lucro teria aumentado para US$ 1,01 por título no segundo trimestre, frente a US$ 0,80 um ano antes.

O faturamento da Coca-Cola avançou 17% entre estes dois períodos e alcançou US$ 9,046 bilhões.

"Mantivemos o volume de negócio na América do Norte apesar dos consideráveis desafios", afirmou o diretor executivo da Coca-Cola, Muhtar Kent, que acrescentou que a "América Latina continua sendo um contribuinte essencial e que há resultados sólidos em mercados emergentes".

Além disso, o lucro operacional da empresa na região aumentou 29% entre abril e junho e 25% de janeiro a junho deste ano. EFE mgl/wr/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.