Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lucro do Wal-Mart cresce 11,2% em 9 primeiros meses do ano fiscal

Nova York, 13 nov (EFE).- O Wal-Mart, maior rede de lojas de varejo do mundo, anunciou hoje lucro líquido de US$ 9,608 bilhões nos nove primeiros meses (de fevereiro a outubro) de seu ano fiscal, 11,2% a mais do que no mesmo período de 2007, devido ao aumento de suas vendas.

EFE |

O grupo americano, cujos resultados costumam ser observados como indicador do ritmo do consumo nacional, lembrou que teve lucro líquido de US$ 8,635 bilhões nos nove primeiros meses do ano fiscal anterior.

O lucro líquido por ação do Wal-Mart foi de US$ 2,43 entre fevereiro e outubro frente a ganhos de US$ 2,11 por título nos nove primeiros meses de seu ano fiscal anterior.

Nesse período, que terminou em 31 de outubro, o Wal-Mart faturou US$ 296,491 bilhões, 9,35% a mais do que entre fevereiro e outubro de 2007, quando teve receita de US$ 271,133 bilhões.

Entre os dois períodos comparados, as vendas no varejo internacionais do grupo aumentaram 16,5%, expandiram 7,1% nos Estados Unidos, enquanto as do Sam's Club, especializado em atacado, avançaram 7,7%.

O presidente e executivo-chefe de Wal-Mart, Lee Scott, se mostrou satisfeito com o resultado trimestral do grupo e destacou que "apesar das dificuldades econômicas no mundo todo", a empresa alcançou vendas sólidas e aumento do lucro.

Scott mostrou-se otimista sobre o próximo período de férias do Natal, pois "em um período no qual nossos clientes estão sentindo a pressão de uma economia difícil, a liderança de preços do Wal-Mart é mais importante que nunca".

Em seu terceiro trimestre fiscal, o Wal-Mart registrou lucro líquido de US$ 3,138 bilhões (US$ 0,80 por ação), 9,8% a mais do que entre agosto e outubro do ano anterior, quando teve ganhos de US$ 2,857 bilhões (US$ 0,71 por título).

A companhia afirmou que o lucro por operações contínuas ficou em US$ 0,77 por ação no terceiro trimestre, acima dos US$ 0,76 esperados pelos analistas de Wall Street.

No terceiro trimestre, o Wal-Mart faturou US$ 98,642 bilhões, o aumento de 7,37% com relação ao mesmo período do ano anterior, quando teve receita de US$ 91,865 bilhões.

Entre agosto e outubro, as vendas no varejo internacionais do grupo aumentaram 11,2% comparado com o terceiro trimestre do ano fiscal anterior, cresceram 6,1% no mercado americano, enquanto as vendas do Sam's Club expandiram 7,4%.

O grupo espera que seu lucro no conjunto do ano fiscal de 2009 se situe entre US$ 3,42 e US$ 3,46 dólares, abaixo do intervalo entre US$ 3,43 e US$ 3,50 calculado inicialmente. EFE bj/wr/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG