SÃO PAULO - Depois de ganhar espaço no mercado chinês com o combate entre o Google e o governo do país, o operador da maior ferramenta de buscas pela internet da China, o Baidu, apresentou hoje um lucro de 480,5 milhões de yuan (US$ 70,4 milhões) no primeiro trimestre, um salto de 165% frente aos 181,1 milhões de yuan registrados no mesmo período do ano passado. Os resultados excederam as expectativas de alguns analistas, que apontavam para lucro de 364 milhões de yuan. A receita da companhia chinesa avançou 60%, na mesma base de comparação, para 1,29 bilhão de yuan nos três primeiros meses do ano.

SÃO PAULO - Depois de ganhar espaço no mercado chinês com o combate entre o Google e o governo do país, o operador da maior ferramenta de buscas pela internet da China, o Baidu, apresentou hoje um lucro de 480,5 milhões de yuan (US$ 70,4 milhões) no primeiro trimestre, um salto de 165% frente aos 181,1 milhões de yuan registrados no mesmo período do ano passado. Os resultados excederam as expectativas de alguns analistas, que apontavam para lucro de 364 milhões de yuan. A receita da companhia chinesa avançou 60%, na mesma base de comparação, para 1,29 bilhão de yuan nos três primeiros meses do ano. "Nós entregamos um trimestre de receitas recordes e forte lucratividade, apesar da sazonalidade usual associada ao feriado de Ano Novo chinês", afirmou em nota o executivo chefe da empresa Robin Li. No primeiro trimestre, o Google perdeu mercado na China, num reflexo do confronto da companhia americana com o governo chinês. No final de março, a companhia decidiu redirecionar o site na China para Hong Kong, na versão sem censura, em um conjunto de manobras que abriu espaço para o Baidu. (Vanessa Dezem | Valor com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.