Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lucro do Grupo Santander Brasil sobe 1,3% no ano, para R$ 2,23 bi

SÃO PAULO - O lucro líquido do Grupo Santander Brasil, que engloba os resultados dos bancos Santander e Real, avançou 1,3% entre janeiro e setembro deste ano, para R$ 2,23 bilhões, frente aos R$ 2,20 bilhões somados um ano antes. A carteira de crédito total do grupo somou R$ 130,48 bilhões, com crescimento de 25,5% ante os R$ 103,9 bilhões registrados no fim de setembro de 2007.

Valor Online |

O crédito para pessoa física chegou a um volume de R$ 57,25 bilhões, o que implica alta de 23% perante os R$ 46,53 bilhões do nono mês do calendário anterior. As operações de crédito para pessoa jurídica aumentaram 28,9%, para R$ 67,65 bilhões.

"Os destaques da carteira de crédito de pessoa física foram os segmentos de cartões de crédito, que teve alta de 42,3% (R$ 6,22 bilhões); financiamento imobiliário, com crescimento de 32,3% (R$ 4,18 bilhões); CDC+Leasing, num incremento 23,7% (R$ 23,71 bilhões); e crédito consignado, que subiu 11% (R$ 6,59 bilhões)", comentou a instituição em nota.

O grupo avisou ainda que já comprou dez carteiras de bancos menores e está em processo de encerrar a aquisição de outras seis, depois das medidas do Banco Central (BC) de liberação do compulsório. Em estudo, está a obtenção de mais 11 carteiras, todas elas, segundo o Santander Brasil, com ótima qualidade dos ativos. O investimento total nessas operações é calculado entre R$ 2 bilhões e R$ 2,5 bilhões.

"Para melhor entendimento da evolução patrimonial e resultados, tendo em vista a incorporação do Banco Real, estamos divulgando as informações financeiras ´pro forma", considerando a consolidação do Banco Real nos respectivos períodos dos primeiros nove meses de 2008 e 2007", alertou a instituição em nota.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG