Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lucro do BB cresce para R$ 1,6 bi no trimestre e R$ 4 bi no semestre

BRASÍLIA - O Banco do Brasil (BB) registrou lucro líquido de R$ 1,6 bilhão no segundo trimestre, com aumento de 53,9% sobre os R$ 1,068 bilhão apurados em igual intervalo de 2007. O lucro líquido recorrente, desconsiderados efeitos extraordinários, ficou em R$ 1,463 bilhão, ante R$ 1,599 bilhão no mesmo período do ano passado.

Valor Online |

No primeiro semestre, o lucro líquido do BB somou R$ 3,99 bilhões, evolução de 61,1% sobre o resultado de janeiro a junho do ano passado, de R$ 2,477 bilhões.

O banco estatal informou há pouco, em comunicado ao mercado, que o crescimento do crédito foi o motor do resultado. As operações de crédito e leasing passaram a responder por mais de 50% dos ativos rentáveis do BB no segundo trimestre.

A carteira de crédito global alcançou R$ 190,1 bilhões - expansão de 30,9% no acumulado em 12 meses, e de 10% no trimestre.

Destaque para as operações com pessoas físicas, que subiram 45,1% (R$ 40,5 bilhões) sobre o patamar de junho do ano passado, sendo 10,6% apenas entre abril e junho.

O crédito a empresas também teve variação significativa, de 38,9% em 12 meses e alta de 13,2% no trimestre, somando R$ 78,2 bilhões.

A carteira de financiamento a veículos atingiu R$ 4,7 bilhões, crescimento de 173,5% em relação a junho de 2007, e de 32,9% frente a março deste ano.

Tais variações ficaram acima das expectativas da direção do banco, que no início do ano apostava na alta de 25% da carteira de crédito em 2008. O resultado manteve o BB na liderança da oferta de crédito do sistema bancário, respondendo por 16,9% do crédito total.

O índice de inadimplência de operações vencidas há mais de 90 dias foi de 2,5%, abaixo da média do sistema financeiro em 3% no primeiro semestre.

O resultado semestral corresponde a um retorno sobre o Patrimônio Líquido de 34%, contra 24,3% no mesmo período do ano anterior, e lucro por ação igual a R$ 1,57, contra R$ 1,00 no primeiro semestre de 2007. Com isso, o BB vai distribuir R$ 1,6 bilhão como remuneração aos acionistas, equivalentes a 40% do lucro líquido, dos quais R$ 731,9 milhões na forma de juros sobre o capital próprio e R$ 864,7 milhões em dividendos.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG