SÃO PAULO - Após ter antecipado a divulgação do seu balanço trimestral de quinta-feira para esta terça, o Bank of New York Mellon (BNY) reportou que seu lucro ficou em US$ 61 milhões entre outubro e dezembro de 2008, um tombo de 88% em relação ao mesmo intervalo do ano anterior, quando a instituição focada em custódia e administração de recursos teve ganho líquido de US$ 520 milhões.

Considerando o lucro atribuído às ações ordinárias (após o pagamento de juros aos preferencialistas), o lucro foi de US$ 28 milhões, um recuo de 95% sobre o mesmo período de 2007. O ganho por ação, neste critério, ficou em US$ 0,02.

O resultado do banco inclui uma baixa contábil de US$ 1,24 bilhão, o que derrubou o lucro por ação em US$ 0,65.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.