Pequim, 18 mar (EFE).- A crise financeira mundial não afetou os médios e pequenos bancos da China, cujos lucros em 2008 chegaram a 125,2 bilhões de iuanes (US$ 18,3 bilhões), cifra 53% mais alta que em 2007, destacou a Comissão Reguladora de Valores da China.

Em seu site oficial, a comissão também destacou que a taxa de empréstimos não pagos nessas entidades financeiras chinesas caiu de 2,45% a 1,7% no ano passado.

A crise financeira não afetou excessivamente os bancos chineses, mas o país asiático sofreu graves efeitos no terreno da economia real, especialmente nas exportações que, em janeiro e fevereiro deste ano, recuaram 26 %.

O Banco Mundial estimou hoje que a economia chinesa crescerá apenas 6,5% em 2009, contra 9% de 2008 e 11,9% de 2007. EFE abc/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.