Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lucro da Telefónica cai no trimestre e de janeiro a setembro

SÃO PAULO - A Telefónica marcou entre janeiro e setembro lucro líquido de 5,596 bilhões de euros, uma queda de 28,7% em relação a mesmo período do ano passado, quando ganhou 7,848 bilhões de euros. Naquela ocasião, a empresa foi beneficiada pela venda da Endemol e Airwave, que lhe geraram ganhos de 2,6 bilhões de euros.

Valor Online |

Neste exercício, obteve apenas 236 milhões de euros com a venda de sua participação na Sogecable. Excluindo a venda de ativos nos dois intervalos, a Telefónica constatou elevação de 23,5% no lucro líquido.

O lucro operacional antes de depreciação e amortização situou-se em 17,026 bilhões de euros, inferior aos 18,248 bilhões de euros de janeiro a setembro do ano passado. A receita até setembro foi de 43,141 bilhões de euros, ou 2,7% acima dos 42,014 bilhões de euros dos nove primeiros meses de 2007.

Somente entre julho e setembro, a Telefónica obteve lucro líquido de 2,003 bilhões de euros, a metade daquele verificado um ano antes, de 4,018 bilhões de euros. O lucro operacional antes de depreciação e amortização encolheu 15,4%, indo de 6,979 bilhões de euros para 5,903 bilhões de euros. As vendas aumentaram 5,7%, para 14,993 bilhões de euros, em grande parte guiadas pelo forte crescimento das operações móveis na América Latina.

Os clientes totais de telefonia sem fio do grupo alcançou 189 milhões no fim de setembro, com 6,2 milhões de adições líquidas durante o terceiro trimestre e com 17,22 milhões entre janeiro e setembro.

A Telefónica reiterou suas previsões para o ano completo, de um crescimento de 6% a 8% na receita em termos orgânicos e de elevação de 7,5% a 11% no lucro operacional antes de depreciação e amortização.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG