Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lucro da Profarma recua 20,4% e fecha o 2º trimestre em R$ 6,6 milhões

SÃO PAULO - O lucro líquido da Profarma alcançou R$ 6,6 milhões no segundo trimestre deste ano, o que representa uma queda de 20,4% em relação ao mesmo intervalo de 2007, quando o lucro líquido havia sido de R$ 8,2 milhões. Na comparação com os primeiros três meses, no entanto, quando a empresa lucrou R$ 5 milhões, houve avanço de 31,7%.

Valor Online |

De acordo com a companhia, a queda do lucro em relação ao período entre abril e junho deste ano se deve ao aumento das despesas financeiras líquidas, que atingiram R$ 9,1 milhões no segundo trimestre, com acréscimo de R$ 6,3 milhões em relação ao mesmo trimestre de 2007.

A Profarma explica que houve R$ 3,9 milhões do aumento nas despesas financeiras relacionadas, entre outros fatores, com o aumento do capital de giro necessário para financiar o crescimento no período.

Já o Ebtida (lucro antes dos impostos, depreciações e amortizações) cresceu 21,6% no período entre abril e junho deste ano ano e do ano passado, com margem ajustada de 3,7 pontos percentuais, mesmo patamar observado um ano antes.

A receita líquida da empresa avançou 20,3% em relação ao segundo trimestre de 2007, atingindo R$ 640,3 milhões. O montante é 5,1% maior do que o auferido nos primeiros três meses deste ano (R$ 609,1 milhões). A receita bruta somou R$ 742,8 milhões, com evolução de 21,8% em relação ao intervalo entre abril e junho do ano passado.

Essa expansão é justificada pelo aumento da participação da empresa no mercado que, segundo a Proframa, passou para 11,8% no segundo trimestre deste ano, contra fatia de 10,7% verificada no mesmo período do ano passado.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG