SÃO PAULO - A Procter & Gamble (P & G) encerrou seu segundo trimestre fiscal com lucro líquido de US$ 5 bilhões (US$ 1,58 por ação), o que representa um crescimento de 52,9% em relação ao mesmo período de 2007, quando o valor ficou em US$ 3,27 bilhões (US$ 0,98 por ação).

A alta foi puxada pelo ganho de US$ 0,63 por ação referente à venda da Folgers, subsidiária da P & G no ramo de café, para a J. M. Smucker Co.

Enquanto os lucros subiram de forma importante, a receita de vendas da companhia caiu 3% em relação ao mesmo período do exercício fiscal anterior, para US$ 20,37 bilhões. Entre as marcas pertencentes à P & G estão Gillette e Pampers.

Leia também:

Leia mais sobre lucros

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.