Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lucro da Procter & Gamble cai 4% nos primeiros 9 meses do ano fiscal

Nova York, 29 abr (EFE).- A Procter & Gamble lucrou US$ 10,551 bilhões (US$ 3,39 por ação) durante os nove primeiros meses de seu ano fiscal (de julho a março), o que representa uma queda de 4% com relação ao mesmo período do ano anterior.

EFE |

Nova York, 29 abr (EFE).- A Procter & Gamble lucrou US$ 10,551 bilhões (US$ 3,39 por ação) durante os nove primeiros meses de seu ano fiscal (de julho a março), o que representa uma queda de 4% com relação ao mesmo período do ano anterior. O maior fabricante do mundo de produtos para o lar e higiene pessoal divulgou hoje seus números correspondentes aos três primeiros trimestres de seu exercício, nos quais faturou US$ 60,012 bilhões, 2% a mais que um ano antes. Só durante o terceiro trimestre do ano, a companhia, que é um das 30 que integram o Dow Jones Industrial, também viu cair seu lucro em 1% ao ano, para os US$ 2,585 bilhões (US$ 0,83 por ação), enquanto suas receitas aumentaram 7% e alcançaram os US$ 19,178 bilhões. Pouco após anunciar suas contas, os títulos do Procter & Gamble começaram a sessão na Bolsa de Nova York com uma queda de 2,77%, com as ações negociadas a US$ 61,42 cada um. A companhia tenta recuperar-se da queda que seu negócio sofreu com a recessão econômica, quando os consumidores cortaram os gastos em produtos como os comercializados por Procter & Gamble através de marcas como Pampers, Crest, Gillette, Ariel, Tide, Oral-B, Duracell, Olay e Braun. EFE mgl/dm

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG