SÃO PAULO - O banco estatal Nossa Caixa encerrou o segundo trimestre do ano com lucro líquido de R$ 411 milhões, aumento de 38% em relação ao resultado apurado no mesmo período do ano passado. O banco, que é controlado pelo governo do Estado de São Paulo, pode ser incorporado pelo Banco do Brasil, maior instituição financeira do país.

No segundo trimestre de 2007, a Nossa Caixa havia apurado lucro líquido de R$ 298 milhões.

O retorno anualizado sobre o patrimônio líquido médio no trimestre --um importante indicador de rentabilidade das instituições financeiras-- aumentou para 64,31%, ante 51,04% no mesmo período do ano passado.

As operações de crédito somaram R$ 10,593 bilhões, ante R$ 8,2 bilhões entre abril e junho do ano passado.

'A carteira de operações de crédito registrou crescimento de 9,2% neste trimestre, impulsionada principalmente pelo crédito às pessoas físicas', afirmou o banco em comunicado.

No semestre, o banco estatal teve lucro líquido de R$ 526 milhões, aumento de 36,3% frente à primeira metade de 2007.

O Banco do Brasil iniciou em maio os estudos sobre a incorporação da Nossa Caixa, processo que pretende concluir até novembro.

No comunicado desta quinta-feira, a direção da Nossa Caixa apenas reiterou que o processo segue 'em fase de diligência'.

Grandes rivais do BB no país, como Bradesco, Itaú e Unibanco defenderam a realização de um leilão do banco estatal paulista.

O último movimento de consolidação do setor bancário brasileiro foi a compra das operações do ABN Amro no país pelo Santander.

As ações ordinárias da Nossa Caixa tiveram forte valorização desde que foi anunciada a possível incorporação pelo Banco do Brasil. Os papéis, negociados na Bolsa de Valores de São Paulo, acumulam alta no ano de aproximadamente 73%.

O Banco do Brasil deve divulgar após o fechamento do mercado seu resultado do segundo trimestre do ano.

Leia mais sobre Nossa Caixa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.