A sueca Nokia, maior fabricante de celulares do mundo, anunciou queda de 69% no lucro líquido do quarto trimestre de 2008, para 576 milhões de euros (US$ 747,4 milhões). Analistas esperavam resultado bem maior, de 977 milhões de euros.

O lucro por ação caiu para 0,15 euro, de 0,47 euro no mesmo período do ano passado, e expectativa de 0,27 euro.

A companhia disse que as vendas de telefones celulares deverão cair 10% em 2009, com um declínio mais acentuado no primeiro semestre. Antes, a empresa previa queda de 5% nas vendas em 2009. A Nokia alertou por duas vezes que seus resultados seriam prejudicados pela queda no consumo. Na última sexta-feira, sua rival Sony Ericsson registrou prejuízos pelo segundo trimestre consecutivo e alertou para a continuidade da queda na demanda.

As vendas do quarto trimestre da Nokia recuaram para 12,66 bilhões de euros, de 15,72 bilhões de euros no mesmo período em 2007. Analistas esperavam 13,28 bilhões de euros. O preço médio de venda de seus aparelhos caiu de 72 euros para 71 euros. A participação da empresa sueca no mercado mundial recuou um ponto porcentual para 37% no período. A companhia propôs dividendo de 0,40 euro por ação para o ano 2008, de 0,53 euro em 2007. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.