Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Johnson & Johnson conseguiu um crescimento de 14% em seu lucro líquido no quarto trimestre, para US$ 2,71 bilhões (US$ 0,97 por ação), apesar da crise econômica. O lucro inclui despesas extraordinárias e ganhos tributários.

Sem considerar esses fatores, o lucro foi de US$ 2,6 bilhões no trimestre. Em todo o ano de 2008, a gigante do setor de farmácia e higiene ganhou US$ 12,9 bilhões (US$ 4,57 por ação).

As receitas do trimestre, porém, declinaram 5% na comparação com 2007, para US$ 15,2 bilhões, prejudicadas por flutuações cambiais e pela queda de vendas dentro dos Estados Unidos. A venda de itens de higiene e beleza, tais como o enxaguante bucal Listerine e as linhas de cuidados com a pele Neutrogena e Clean Clear, ajudou a compensar a queda na comercialização dos remédios que enfrentam a concorrência de genéricos.

A empresa também anunciou a estimativa de lucro por ação em todo este ano entre US$ 4,45 e US$ 4,55, sem contar itens extraordinários. Os analistas de Wall Street, contudo, esperavam projeção de ganho acima de US$ 4,60 por ação em 2009.

(Valor Online)