Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lucro da Iochpe-Maxion triplica e bate R$ 44,1 milhões no trimestre

SÃO PAULO - A fabricante de autopeças e equipamentos ferroviários Iochpe-Maxion encerrou o segundo trimestre do ano com lucro líquido de R$ 44,1 milhões, montante praticamente três vezes maior do que os R$ 13,9 milhões registrados em igual período do ano passado.

Valor Online |

O forte crescimento da produção brasileira de veículos e máquinas agrícolas e a maior demanda doméstica por vagões ferroviários impulsionaram os resultados da companhia, que apresentou receita líquida consolidada de R$ 442,1 milhões, aumento de 38,6% no comparativo anual. Por outro lado, o custo dos produtos vendidos cresceu 34,8%, somando R$ 352 milhões.

A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu 97,3%, atingindo R$ 71,9 milhões. E a margem Ebitda, que mede a relação entre este indicador e a receita líquida, subiu de 11,4%, para 16,3%.

Entre as áreas de atuação, o maior destaque fica no segmento de vagões de carga, que apresentou venda de 1.396 unidades, montante quase 10 vezes maior que as 148 unidades comercializadas no segundo trimestre de 2007. Houve expansão também, porém mais modesta, no segmento de rodas rodoviárias: foram 501 mil unidades entre abril e junho de 2008, alta de 7% no comparativo anual. Já os volumes de venda de rodas ferroviárias e fundidos caíram 23,2% e 24,8%, quando comparados a igual período do ano passado.

Outro ponto negativo do período foi a valorização da moeda brasileira, que conteve o desempenho das exportações. No trimestre, as vendas externas somaram US$ 31,2 milhões, ou R$ 51 milhões, queda de 7,5% em dólares, e de 23% em reais, no comparativo anual.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG