SÃO PAULO - A Honeywell, conglomerado industrial dos Estados Unidos, apresentou vendas 3% maiores no primeiro trimestre, de US$ 7,8 bilhões, em comparação com mesmo intervalo do ano anterior, de US$ 7,6 bilhões. O lucro líquido saiu de US$ 399 milhões nos três meses até março de 2009 para US$ 393 milhões em mesmo intervalo deste calendário. O ganho atribuível à empresa foi de US$ 397 milhões para US$ 386 milhões.

SÃO PAULO - A Honeywell, conglomerado industrial dos Estados Unidos, apresentou vendas 3% maiores no primeiro trimestre, de US$ 7,8 bilhões, em comparação com mesmo intervalo do ano anterior, de US$ 7,6 bilhões. O lucro líquido saiu de US$ 399 milhões nos três meses até março de 2009 para US$ 393 milhões em mesmo intervalo deste calendário. O ganho atribuível à empresa foi de US$ 397 milhões para US$ 386 milhões. O lucro por ação caiu para US$ 0,50, contra o US$ 0,54 do trimestre inicial do ano passado. O executivo-chefe da Honeywell, Dave Cote, comentou que o desempenho trimestral reflete melhorias em muitos dos mercados finais da empresa e controle de custos, entre outros fatores. Em 2010 completo, a expectativa é de vendas de US$ 31,5 bilhões a US$ 32,3 bilhões e lucro da ordem de US$ 2,30 a US$ 2,45 por ação. A projeção anterior era de US$ 2,20 a US$ 2,40 de lucro por papel. A companhia também projeta um fluxo de caixa livre de US$ 2,8 bilhões a US$ 3,1 bilhões, acima do aguardado antes, de US$ 2,4 bilhões a US$ 2,7 bilhões. (Juliana Cardoso | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.