Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lucro da Basf recua 1,4% nos nove primeiros meses do ano por causa da crise

Frankfurt (Alemanha), 30 out (EFE).- O Grupo Basf, do setor químico, registrou queda de 1,4% em seu lucro líquido entre janeiro e setembro em comparação com o mesmo período do ano passado, até alcançar 3,225 bilhões de euros, por causa do arrefecimento da economia.

EFE |

Segundo informou hoje a companhia, esta queda nos lucros, a primeira nos últimos sete anos, aconteceu por causa da redução da demanda de seus principais clientes.

Por outro lado, o volume de negócios subiu 11% nos três primeiros trimestres do ano frente à mesma época de 2007, até atingir 47,998 bilhões de euros.

Além disso, o Ebit (lucro antes de juros e impostos) melhorou 8,1% entre janeiro e setembro, ficando em 6,171 bilhões de euros.

O presidente da Basf, Jürgen Hambrecht, disse que o "impacto da crise financeira global na economia real está se acelerando e ficando mais forte".

Hambrecht acrescentou que a queda da demanda em mercados importantes e a baixa do preço do petróleo são sinais de uma tendência à recessão que se intensificará em 2009.

A Basf revisou para baixo suas previsões de lucro para o conjunto do ano e previu manter o Ebit de 2007 frente à pequena melhora que tinha previsto anteriormente.

Em 2006, a Basf comprou a divisão de química para a construção Degussa, a fabricante de resinas Johnson Polymer e o consórcio americano Engelhard. EFE aia/wr/fal

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG