Tamanho do texto

Os vendedores lojistas dos Estados Unidos trabalham com um retrocesso de 2,7% em suas vendas de Natal em relação ao ano passado, segundo estudo publicado nesta segunda-feira pela empresa de consultoria BDO Seidman.

"O pessimismo dos diretores de mercado este ano não tem precedentes, devendo-se quase exclusivamente às recentes perturbações causadas pela crise financeira", declarou o economista da consultora, Al Ferrara, citado em comunicado.

A pesquisa, realizada agora em outubro com diretores lojistas (excluindo os setores automotivo e de restaurantes) de estabelecimentos com vendas estimadas em mais de 100 milhões de dólares, revelou que 88% deles prevêem organizar promoções para sustentar seu comércio (contra 73% no ano passado).

No ano passado, previam um aumento em médio das vendas de 5,03%, e no total, 67% dos comerciantes apostavam no crescimento dos negócios, enquanto que atualmente só 20% trabalham com a possibilidade de aumento das vendas e 41%, com um estancamento.

chr/fga/sd