Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Logan, mais uma vez

Ele concorreu em duas categorias e faturou ambas. Com aproveitamento de 100%, o Logan mostra sua força.

Agência Estado |

O Renault venceu entre os sedãs 1.0 pequenos e, no segmento de 1,4 a 1,6 litro voltou a faturar o título de melhor do JC. Os motivos são os mesmos: espaço interno amplo, motor mais forte e boa relação custo-benefício.

O Logan já sai ganhando no preço: R$ 32.540 na versão de entrada, a Authentique 1.6 8V Hi-Torque. Há outra versão 1.6, com 16 válvulas. Além do Renault,o Ford Fiesta Sedan traz propulsor com essa cilindrada na categoria. Os Chevrolet Prisma e Corsa Sedan e o Fiat Siena ELX são 1.4.

O propulsor do três-volumes feito no Paraná rende até 95 cv (álcool). São 2 cv a menos que o Econo.Flex do Prisma, o que mais se aproxima do Renault na proposta de ser um "popular" sem motor de 1 litro. Mas nas arrancadas e retomadas, o torque é mais importante, e aí o Logan tem vantagem: 14,1 mkgf a 2.850 rpm ante 12,9 mkgf a 3.200 rpm do Chevrolet.

Derivado do hatch Celta, o Prisma custa a partir de R$ 32.834. Mas seus únicos itens de série dignos de nota são ar quente e desembaçador traseiro.

O Logan também conta com esses equipamentos e, por pouco mais (R$ 33.390), vem com banco do motorista com regulagem de altura, rodas de 15" e detalhes internos que imitam alumínio.

Corsa Sedan, a R$ 35.256, Siena ELX, a partir de R$ 37.890, e Fiesta Sedan, por R$ 38.320, são as opções com acabamento e nível de equipamentos superiores.

Em vendas, toda a linha Logan (inclusive 1.0) está atrás do Prisma, além de Corsa e Siena.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG