Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lobão: pela lei, governo poderia assumir obra de Jirau

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmou hoje que, juridicamente, seria possível o governo assumir, via Eletrobrás, a obra de construção da usina hidrelétrica de Jirau, no Rio Madeira. A usina foi leiloada em maio passado, arrematada pelo consórcio liderado pela Suez Energia.

Agência Estado |

A possibilidade de intervenção do governo para realizar sozinho a obra foi mencionada pela ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, em entrevista ao jornal Valor Econômico.

Segundo a ministra, isso seria feito se uma briga na Justiça entre o consórcio da Suez e o consórcio liderado pela Odebrecht (perdedor do leilão) atrasasse a obra. Lobão disse que o governo assumir a obra não seria uma quebra de contrato, porque o contrato de concessão da usina ainda não foi assinado. Lobão fez questão de insistir, porém, na idéia de que o governo acredita em um acordo entre os consórcios ainda nesta semana para evitar uma briga na Justiça, que poderia se arrastar por muito tempo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG