Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lobão pede que Aneel aumente fiscalização no RJ

Os constantes problemas no fornecimento de energia elétrica no Rio de Janeiro levaram o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, a pedir que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aumente a fiscalização sobre as distribuidoras no Estado. O ministro não especificou quando fez esse pedido.

Agência Estado |

"O governo vê com preocupação a situação das empresas. Já recomendei à Aneel que faça uma fiscalização exigente, diária, e que aplique as sanções que a lei recomenda", afirmou.

Lobão sinalizou que o problema detectado pelo governo federal para a situação no Estado tem origem na falta de investimentos das distribuidoras. "O que não podemos é verificar que uma empresa não esteja fazendo os novos investimentos necessários para garantir a segurança energética do Rio de Janeiro", afirmou o ministro, sem nomear as empresas. As duas grandes distribuidoras de energia no Rio são a Light e a Ampla. Lobão participou hoje, em São Paulo, do Fórum de Temas Nacionais 2010, promovido pela Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB).

Uma equipe de técnicos da Aneel iniciou hoje um trabalho de fiscalização "in loco" na Light. Os especialistas vão apurar as circunstâncias dos seguidos blecautes que vêm atingindo a área de concessão da empresa e investigar se - e em que ritmo - a Light vem implementando plano de investimento em sua rede apresentado em janeiro passado. Segundo a agência reguladora, a partir desta fiscalização, que termina na próxima sexta-feira, será possível dizer que tipo de exigências ou até punições poderão ser aplicadas à Light.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG