Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lobão diz que obteve entendimento de consórcios que disputavam Jirau

BRASÍLIA - Conforme havia prometido, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, informou hoje que conseguiu que os consórcios envolvidos na disputa pela usina hidrelétrica de Jirau, no rio Madeira em Rondônia, chegassem a um entendimento. Lobão fará um relato sobre o acordo daqui a pouco, na reunião sobre política nuclear no Palácio do Planalto, que reúne 11 ministros sob o comando do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Valor Online |

Segundo a assessoria de Lobão, o ministro informou que o entendimento foi fechado em reunião na última quinta-feira, com os presidentes das construtoras Odebrecht, Marcelo Odebrecht, e do grupo Suez no Brasil, Maurício Bähr.

A Odebrecht, do consórcio Jirau Energia, ameaçou na semana passada entrar na Justiça contra o vencedor do leilão, o consórcio Energia Sustentável do Brasil liderado pela Suez. A base da polêmica foi o fato da Suez apresentar novo projeto movendo a área de Jirau para nove quilômetros além do local inicialmente previsto no leilão.

Pelo acordo, segundo a assessoria de Lobão, ambos os consórcios aceitaram acatar o que for decidido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que analisam a mudança proposta pela Suez.

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG