O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, confirmou hoje informação divulgada na semana passada pelo diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Haroldo Lima, de que será adiado o prazo de conclusão dos trabalhos da comissão interministerial encarregada de estudar mudanças no marco regulatório do setor de petróleo com vistas à exploração da camada pré-sal. Segundo o ministro, os trabalhos da comissão devem ser concluídos até o dia 30 deste mês.

Inicialmente, havia previsão de término dos estudos no próximo dia 19. Lobão afirmou que os elogios feitos ontem à Petrobras por ele e pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva nada significam "além do reconhecimento do trabalho da empresa". O ministro fez a afirmação em resposta a uma pergunta sobre a possibilidade de os elogios terem sido um sinal de que a empresa poderia ser fortalecida pela definição de novas regras para o setor de petróleo.

Lobão procurou dissociar a queda das ações da Petrobras na bolsa de valores aos rumores sobre a possibilidade de criação de uma nova empresa estatal, destinada a administrar os contratos de exploração do petróleo do pré-sal. "Muitas ações caíram, não somente as da Petrobras. As ações da empresa (Petrobras) subiram muito no início do ano. (A queda) Foi só uma acomodação."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.