Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Linha Peugeot 207 começa a chegar em agosto com preços menores

Com exceção do nome e do bocão na dianteira, ele não tem nada em comum com o original francês. Mesmo assim, o 207 brasileiro, feito em Porto Real (RJ), deu alguns passos à frente do 206, do qual deriva.

Agência Estado |

A "família" renovada começa a chegar ao mercado em agosto, com o hatch (duas e quatro portas), cujo preço começa em R$ 37.790, e a perua SW, a partir de R$ 42.990 - ambos na nova versão XR com motor 1.4.

O hatch ficará R$ 1.500 mais barato que o atual na versão equivalente. A XR, por exemplo, se assemelha à Presence. O preço da perua caiu R$ 2 mil.

O 206 Sensation 1.4 será mantido com duas e quatro portas, a partir de R$ 28.690 (R$ 1.500 mais barato). O inédito sedã 207 Passion chegará apenas em outubro, mas a Peugeot ainda não revelou sua tabela sugerida.

Além do motor 1.4, a linha 207 mantém o 1.6, de até 113 cv com álcool. Ambos são flexíveis. O câmbio automático de quatro marchas com comando seqüencial permanece como opção para o propulsor "maior" no hatch e passa a ser o único disponível para a versão 1.6 da perua.

As maiores mudanças foram no visual. A dianteira ganhou a identidade mundial da marca. Os grandes faróis, com lentes proeminentes, se destacam. Atrás, as novidades são pára-choque e desenho interno das lanternas.

Por dentro, o painel mudou bastante na parte superior, que traz novos materiais e instrumentos. Mas os botões dos vidros elétricos continuam numa posição incômoda, atrás do câmbio, no console central.

Comportamento

Segundo a Peugeot, em relação ao 206, o 207 tem 250 peças novas. Em movimento, o que mais se nota é o acerto da suspensão traseira, com novos amortecedores. O rodar ficou mais agradável, sem perder a firmeza. A sensação de bem-estar é reforçada pela melhoria no revestimento acústico, que filtra mais os ruídos externos.

Outra mudança bem-vinda é o acionamento por cabos do câmbio manual. Os engates ganharam precisão. Por sua vez, os ajustes feitos nas centrais eletrônicas dos motores não são perceptíveis. Até porque os dois propulsores já eram bons.

Todo 207 1.4 sairá da fábrica com ar-condicionado, direção hidráulica, vidros dianteiros e travas elétricos, entre outros. Rodas de liga leve, faróis de neblina e ar-condicionado com regulagem digital estão entre os opcionais.

207 Passion

Também com motores 1.4 e 1.6, o modelo tem comportamento parecido com o da perua, cujo peso é semelhante.O espaço interno é igual ao do restante da linha e o porta-malas tem capacidade para levar até 420 litros.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG