Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Líderes reúnem-se na próxima semana para definir votações prioritárias até as eleições

BRASÍLIA - Os líderes partidários da Câmara dos Deputados deixaram para a próxima semana um acordo para escolha de projetos prioritários para votação no plenário da Casa até as eleições municipais de outubro. De acordo com o líder do governo na Câmara, Henrique Fontana (PT-RS), hoje será votada a Medida Provisória (MP) 429, de 2008, que concede incentivos fiscais estimados em R$ 17 bilhões até 2011 para vários setores da economia, como parte da nova política industrial do governo.

Valor Online |

Fontana também afirmou que os partidos da base do governo apresentaram uma lista de projetos prioritários, mas que ainda não há acordo com a oposição para a votação dessas propostas.

O governo apresentou várias propostas para serem votadas e um acordo parcial para votar uma MP, que retira parte da carga tributária das exportações de máquinas e o presidente [da Câmara dos Deputados, Arlindo] Chinaglia [PT-SP] vai continuar conversando com os líderes para ver se faz um acordo mais amplo na próxima semana, disse Fontana.

Entre as projetos do governo estão a proposta de emenda à Constituição (PEC), que trata da reforma tributária, o projeto de lei que estipula cotas nas universidades públicas para alunos que estudaram em escolas da rede pública de ensino e a licença maternidade de seis meses.

A lista dos projetos prioritários foi pedida pela oposição durante a reunião de líderes de hoje. Na ocasião, o líder do PSDB na Câmara, José Aníbal (SP), afirmou que uma desobstrução da pauta, dependeria de o governo apresentar uma proposta de matérias para serem votadas até outubro.

Hoje à tarde, José Aníbal afirmou que a oposição vai avaliar a proposta do governo. Terça-feira [8] será feita uma nova reunião para chegarmos a um entendimento, disse Aníbal.

A oposição também apresentou sua lista de projetos prioritários aos líderes governistas, entre os quais está o projeto de certificação de produtos importados e projetos que tratam da reforma do Código de Processo Penal.

(Agência Brasil)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG