Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Líderes europeus buscam saída coordenada contra crise

Os líderes europeus encontram-se hoje a fim de encontrar uma resposta para a crise financeira global, um trabalho dificultado pelas diferentes situações e sistemas em cada país da União Européia. Entre os assuntos da pauta está a possibilidade de os países garantirem empréstimos interbancários com o objetivo de descongelar os mercados de crédito.

Agência Estado |

Contudo, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, rechaçaram, ontem, qualquer plano conjunto de resgate financeiro nos moldes do aprovado pelos Estados Unidos. "A crise demanda respostas extremamente rápidas" e a criação de um fundo europeu "geraria problemas gigantescos" na tomada de decisão entre tantas nações. O Congresso dos Estados Unidos aprovou um pacote de US$ 750 bilhões para o resgate de instituições financeiras.

A cúpula dos 15 chefes de Estado ou governos dos países que usam o euro como moeda sucederá um encontro entre o presidente da França, Nicolas Sarkozy, e o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown. Embora o Reino Unido não tenha adotado o euro como moeda oficial, seu plano de resgate - que inclui a nacionalização parcial dos bancos - pode fornecer inspiração para o plano europeu. Também estarão presentes o presidente do Banco Central Europeu, Jean-Claude Trichet, da Comissão Européia, Jose Manuel Barroso e do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker. Ontem, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, afirmou que "somente um ato de Estado pode devolver a confiança necessária".

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG