Os líderes do G8 pediram nesta quarta-feira um equilíbrio maior entre oferta e demanda de petróleo e um diálogo mais intenso entre países produtores e consumidores para aumentar a transparência, ao concluírem sua reunião de cúpula nas montanhas do norte do Japão.

"Frente ao forte aumento dos preços do petróleo, decidimos melhorar o equilíbrio entre a oferta e a demanda por meio de esforços e diálogo tanto de países produtores como consumidores para melhorar a transparência", indicaram os líderes de Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Itália, Japão e Rússia na declaração final de sua cúpula.

O preço do barril de petróleo mais do que duplicou em um ano e na semana passada atingiu um novo recorde histórico a mais de 146 dólares.

Os países ricos consumidores querem que os produtores aumentem sua oferta para atender à crescente demanda, mas a Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep), que fornece 40% do cru mundial, assegura que o mercado está bem abastecido e que a escalada de preços obedece a outros fatores.

lbc/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.