Segundo Nicolas Sarkozy, líderes reunidos no Canadá discutiram como será feita a saída da crise mundial

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, disse neste sábado que os líderes do G-8 discutiram sobre a necessidade de se manter políticas coordenadas para a saída da crise e retomada do crescimento e sinalizou que não existe, na verdade, um embate entre manutenção ou retirada de estímulos. "O que falamos aqui é que precisamos coordenar como será feita a saída da crise", disse. 

"Todo mundo está de acordo de que existe a necessidade de se reduzir os déficits, mas também que isso deve ser feito de forma pragmática e de acordo com a necessidade de cada país", acrescentou o presidente francês, após o encerramento da reunião do G-8, em Muskoka, no Canadá. 

Segundo ele, em nenhum momento o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se mostrou contrário aos planos de contenção fiscal adotados pela Grécia ou Espanha, por exemplo, assim como a chanceler alemã, Angela Merkel, não deixa de reconhecer a necessidade de manter o crescimento na zona do euro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.