A licença ambiental concedida pelo Estado à Infraero no dia 20 de agosto permite o início das obras do terceiro terminal em Cumbica, intervenção que vai ampliar a capacidade do aeroporto de 17 milhões de passageiros/ano para 29 milhões/ano a partir de 2013. Reportagem do Estado publicada ontem mostrou que, enquanto o governo faz suspense sobre a construção do terceiro aeroporto em São Paulo, obras municipais, estaduais e federais vão consolidar o sítio aeroportuário de Guarulhos como o mais importante do País até 2020.

Fazem parte do pacote o trem expresso até o centro da cidade e um minianel viário.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.