O presidente do Ibama, Roberto Messias, informou que a licença de instalação para a usina hidrelétrica de Jirau, no Rio Madeira, sai até abril, apesar da multa de R$ 475 mil imposta pelo órgão ao Consórcio Energia Sustentável do Brasil, responsável pela obra.

A multa foi decorrência do corte de floresta nativa em área de preservação ambiental permanente no entorno da usina.

Segundo Messias, a fiscalização e a multa fazem parte de um "processo normal, que não invalida a licença". "É um fato relativamente pequeno, que faz parte do processo administrativo normal. Está tudo correndo dentro da normalidade", disse. 

(Com informações do jornal "O Estado de S. Paulo")

Leia mais sobre: usina hidrelétrica de Jirau

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.