A licença da Alitalia pode ser suspensa em um prazo de três a quatro dias e seus aviões não serão autorizados a levantar vôo se neste prazo a empresa não conseguir um plano de redução de gastos, afirmou o diretor da aviação civil italiana, Vito Riggio.

"A Alitalia voa com uma licença provisória. Prevejo que hoje o comissário (extraordinário Augusto) Fantozzi apresente um plano de emergência com reduções de gastos", declarou Riggio.

"Se não recebermos um plano financeiro dentro de três ou quatro dias, a licença será suspensa", acrescentou Riggio, que nesta segunda-feira vai se encontrar com Fantozzi.

mg/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.