Dois empregados de uma companhia de alumínio russa que haviam sido sequestrados na conflitiva região do delta do Níger, em dezembro passado, conseguiram escapar de seus captores, informaram nesta quinta-feira fontes militares nigerianas.

Os dois russos, empregados da UC Rusal, "fugiram de um acampamento de militantes não identificado" e depois de vagarem durante cinco dias pela região foram "resgatados" por uma patrulha, disse o porta-voz militar Sagir Musa.

str-sn/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.