Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lenovo sobe 26,6% com informações de possível oferta pela Positivo

As ações da fabricante de computadores chinesa Lenovo fecharam em alta de 26,59% na Bolsa de Hong Kong, com forte volume de negócios, com informações de que a empresa seria uma das interessadas na compra da brasileira Positivo Informática, além da norte-americana Dell. Mas analistas chineses ponderam que o rali é exagerado pois, mesmo que a Lenovo adquira a empresa brasileira a um preço razoável, o impacto não será significativo, uma vez que a Positivo detém apenas 0,5% do mercado global de computadores pessoais, segundo estimativa da Daiwa Securities.

Agência Estado |

A Daiwa lembrou que a Positivo exportou 1,2 milhão de unidades de PCs nos primeiros nove meses do ano, ante 16,4 milhões de unidades da Lenovo, de acordo com dados da empresa de pesquisa IDC. A Daiwa estima que a participação de mercado combinada das duas ficaria em cerca de 7,9%. "Em resumo, a aquisição não ajudaria a Lenovo a reduzir a diferença de fatia de mercado em relação à Acer", disseram analistas da Daiwa.

Segundo informações do jornal O Estado de S.Paulo, representantes da Lenovo estiveram em Curitiba (PR), na sede da Positivo, para pedir exclusividade no processo. A Positivo enviou fato relevante ontem para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em que afirma que o UBS Pactual tem assessorado a empresa sobre eventuais propostas de terceiros. Ontem, as ações da Positivo subiram 46,1% na Bolsa paulista.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG