A chinesa Lenovo, 4.ª maior fabricante mundial de computadores, deve fazer uma grande aquisição apesar da desaceleração da economia, publicou o jornal South China Morning Post.

Após adquirir a área de PCs da IBM por US$ 1,25 bilhão em 2005, a Lenovo deve comprar a área voltada para consumidores domésticos da Fujitsu. "Temos visto o valor de empresas cair, o que é uma oportunidade de crescer", disse o vice-presidente da Lenovo, Wong Wai Ming. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.