Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Lenovo demitirá 2.500 devido à crise

Pequim, 8 jan (EFE).- A empresa chinesa Lenovo, proprietária da filial de computadores da IBM e quarta maior fabricante do mundo, anunciou hoje que, devido à crise, despedirá 2.

EFE |

500 trabalhadores, 11% de seus funcionários no mundo todo, segundo um comunicado divulgado pela firma.

O documento não detalhou as áreas internacionais que serão afetadas pelo corte, embora assinale que representará a rescisão de contratos de executivos fora da China.

"Embora nos últimos três anos tenhamos integrado com sucesso o pessoal da IBM, os resultados do último trimestre não foram de acordo com as expectativas", explicou Yang Yuanqing, presidente da Lenovo, no comunicado divulgado hoje.

Segundo Yang, a medida ajudará a companhia a enfrentar "o atual estado de incerteza econômica".

Entre as medidas para enfrentar a crise, a Lenovo cortará US$ 300 milhões do orçamento previsto para o ano fiscal que termina em 31 de março de 2010. EFE mz/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG