O ministro da Saúde da China anunciou ontem que dois bebês morreram e outros 1.253 adoeceram por ingestão de leite em pó adulterado, que causou proliferação de cálculos renais.

O caso já assumiu proporção de escândalo e expõe a fragilidade do sistema de vigilância de alimentos e remédios do país. Mais de 340 crianças continuam hospitalizadas, das quais 53 em estado grave. Quase 80 pessoas estão sendo interrogadas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.