Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Leilão de PEP para trigo comercializa 26,67% da oferta

São Paulo, 11 - O leilão de Prêmio de Escoamento de Produto (PEP) para trigo realizado hoje resultou na comercialização de 26,67% da oferta total de 120 mil toneladas. Houve interesse apenas pelo trigo do Rio Grande do Sul.

Agência Estado |

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) ofertou PEP para 50 mil toneladas de trigo do Paraná e 70 mil toneladas do Rio Grande do Sul e foi adquirido prêmio equivalente a 32 mil toneladas de trigo gaúcho. O PEP, de R$ 178 a tonelada, pressupõe a compra do trigo pelo preço mínimo e a transferência do produto para o Nordeste do Brasil ou a exportação.

Milho

O leilão de PEP para milho realizado hoje registrou demanda apenas para o produto armazenado no Mato Grosso. Foi comercializado PEP (subvenção de frete) equivalente a 150 mil toneladas de milho, ou 100% do volume ofertado no Estado. Também houve demanda para 1.500 toneladas das 60 mil toneladas ofertadas em Goiás. O governo elevou o PEP para o Mato Grosso do Sul, mas ainda assim não foram demandadas as 60 mil toneladas ofertadas. Também não saíram as 3 mil toneladas de Rondônia.

Os mato-grossenses reclamavam que o valor de R$ 1,08 a saca, que vigorou nos leilões anteriores, não estimulava a operação. Para o leilão de hoje, o prêmio passou a R$ 1,80 a saca para Goiás e Mato Grosso do Sul, R$ 2,82 a saca para o Mato Grosso e de R$ 1,14 a saca para Rondônia. Para receber o prêmio, o comprador precisa transferir o milho para centros consumidores do Nordeste ou para o mercado externo pagando ao produtor o preço mínimo, de R$ 11,04 a saca no Mato Grosso e em Rondônia e de R$ 14,04 a saca em Goiás e no Mato Grosso do Sul.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG