Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Leilão de opções negocia 90,29% da oferta de trigo

São Paulo, 06 - Com a fraca demanda por trigo no mercado interno, os contratos de opção de venda lançados pelo governo passaram a ser principal alternativa de comercialização para produtores e cooperativas. No leilão promovido hoje pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), com oferta de 7.

Agência Estado |

010 contratos de 27 toneladas (189.270 toneladas), foram negociados 6.329, ou 90,29% do total.

Produtores da região Sul, que respondem por 90% da produção nacional de trigo, arremataram todos os contratos ofertados nos três Estados - 3.705 para o Rio Grande do Sul, 2.000 para o Paraná e 400 para Santa Catarina. Em São Paulo, foram comercializados 169 dos 500 contratos oferecidos (33,80%) e no Mato Grosso do Sul, 50 dos 150 (36,67%). Não houve interesse pelos 180 contratos oferecidos em Minas Gerais nem pelos 75 ofertados em Goiás.

Os contratos de opção de venda garantem ao detentor do título um preço determinado - R$ 530 a tonelada no caso do trigo da região Sul e R$ 590/t para as demais regiões - na data de exercício da opção, 31 de março de 2009. Na época do vencimento, o detentor do contrato irá avaliar os preços de mercado antes de exercer a opção. Se os preços estiverem acima dos valores oferecidos pelo governo, desistem da operação, arcando apenas com o prêmio pago no leilão de hoje - R$ 71,55 por contrato no caso da região Sul e de R$ 79,65 nas demais.

PEP

Como o mercado já previa, o leilão de Prêmio de Escoamento de Produto (PEP) para trigo, realizado também hoje, não despertou interesse dos compradores. O valor do prêmio - R$ 118,60 a tonelada - não atraiu compradores no leilão da semana passada e hoje também não. Com o PEP (subsídio ao frete), o governo visa estimular a transferência do trigo das regiões produtoras do Sul para os centros consumidores do Nordeste do País. O governo ofertou prêmio para escoamento de 100 mil toneladas de trigo do Rio Grande do Sul e 100 mil toneladas do Paraná.

Novo Leilão

Depois de realizar quatro leilões de PEP para o trigo sem despertar qualquer interesse, o governo anunciou que fará novo leilão apenas para o Rio Grande do Sul. Segundo aviso 416/08 da Conab, o leilão será na próxima quinta-feira, com oferta de 50 mil toneladas, ante 100 mil toneladas ofertadas até então.

A produção do Paraná, que vinha sendo contemplada com leilões semanais de PEP, ficou de fora. O mercado avalia que o governo precisa aumentar o PEP (subsídio de frete) para estimular a comercialização do trigo do Sul para moinhos do Nordeste. Nos dois primeiros leilões, o prêmio era de R$ 75 a tonelada e nos dois últimos foi de R$ 118,60 a tonelada. O valor para o próximo leilão deve ser anunciado dois dias antes, ou seja, na terça-feira.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG