Tamanho do texto

São Paulo e Porto Alegre, 09 - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizou hoje dois leiloes de apoio à comercialização de milho do Mato Grosso. No leilão de contratos de opção, com oferta de 11.

111 contratos de 27 toneladas, ou 300 mil toneladas, houve demanda para 21% do total, ou 2.342 contratos. Ao arrematante, o governo garante R$ 6.534 por contrato na data do exercício da opção, que é 28 de novembro. Na ocasião, o produtor vai avaliar se é melhor entregar o produto ao governo ou comercializar o milho no mercado. Para participar do leilão, o prêmio desembolsado foi de R$ 32,67 por contrato.

No leilão de Prêmio de Risco (Prop), a oferta era de 2 mil contratos, ou 54 mil toneladas de milho. Houve demanda para 1.148, ou 57,4% do total. Nesta operação, o governo oferece subvenção aos consumidores que compram o milho do Mato Grosso para que o transfiram para as regiões Norte, Nordeste, norte de Minas Gerais ou Espírito Santo.

Arroz

A Conab concluiu hoje o leilão de estoques públicos de arroz que foi aberto ontem, mas por problemas técnicos teve de ser interrompido. Foram ofertadas e negociadas todas as 50,067 mil toneladas do produto disponível em dois avisos de venda. O preço médio de abertura era de R$ 27,94 e o de fechamento ficou em R$ 34,08, informou a Bolsa Brasileira de Mercadorias.

O ágio na operação ficou em 21,80%. A Conab vem realizando uma venda por semana de arroz dos estoques oficiais desde 16 de setembro para manter estável o preço do grão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.