Porto Alegre, 19 - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) negociou hoje, em leilão, 99,8% da oferta de Prêmio de Escoamento de Produto (PEP) para 4 milhões de litros de vinho. Os compradores do PEP precisarão comprovar o escoamento do produto para fora das regiões sul, sudeste e nordeste para receber o prêmio.

Conforme a Conab, após esta operação deve ser divulgado novo edital para apoiar o escoamento de mais 4 milhões de litros.

O órgão também considera incentivar, por meio de prêmio, a destilação de 40 milhões de litros de vinho. O setor produtivo espera manter a realização de leilões de PEP em vez de uma operação para destilar produto, se for possível garantir mercado ao escoamento da bebida.

O incentivo à destilação é mais complexo e o produto que resulta da operação fica vinculado à próxima safra, já que será usado em sua correção, explicou o presidente da Federação das Cooperativas Vinícolas do Rio Grande do Sul (Fecovinho), Alceu Dalle Molle. Por isso, o prêmio pela destilação só seria pago na comercialização da safra de vinho, após junho ou julho de 2009. "Se conseguirmos mercado, a idéia é aumentar o escoamento", resumiu o dirigente. Os leilões foram programados para reduzir o estoque excedente de vinhos finos e de mesa no Estado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.