Com o menor deságio desde 2001, de 7,15%, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) conseguiu garantir ontem a construção das linhas de transmissão que vão integrar o Complexo Hidrelétrico do Rio Madeira, em Rondônia, ao Sistema Interligado Nacional (SIN) a partir de 2012. O maior vencedor individual na disputa foi o Grupo Eletrobrás.

Suas coligadas (Chesf, Furnas, Eletronorte e Eletrosul) estão nos consórcios que levaram cinco dos sete lotes oferecidos. Coube à Cymi Holding, subsidiária brasileira da empresa homônima espanhola, arrematar sozinha os dois lotes restantes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.