A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o número de mortos nas rodovias, durante o fim de semana prolongado do feriado de Nossa Senhora Aparecida, foi 10% menor do que no da Independência (de 4 a 7 de setembro). Os dados mostram que o número de acidentes e de feridos também teve redução - em 4,8% e 6,5% respectivamente.

A cada minuto, dois motoristas, em média, fizeram o teste do bafômetro nas estradas federais. Ao todo, foram realizados 13 mil exames, que resultaram na prisão em flagrante de 215 dos 571 condutores autuados. Minas Gerais registrou os piores números - 21 mortos e 271 feridos em 352 acidentes. Em seguida vêm o Paraná (com 268), Santa Catarina (com 257), Rio (com 190), Rio Grande do Sul e São Paulo, ambos com 169 acidentes. Os números foram comparados com os do feriado da Independência porque em 2008 não houve operação nacional no 12 de Outubro, que caiu em um domingo.

O número de acidentes fatais registrados nas estradas estaduais paulistas aumentou 22% em relação ao mesmo período de 2007, segundo a Polícia Rodoviária Estadual. Houve 46 mortes, ante 38 em 2007. Nas estradas federais que cortam o Estado, como a Dutra e a Fernão Dias, a Polícia Rodoviária registrou 169 acidentes e 8 mortes. No feriado anterior, de 7 de setembro, não houve acidentes fatais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.